As quatro melhores reformas de menos de 40m²

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

Em muitas ocasiões o desejo de querer morar em áreas centrais das cidades muito grandes ou simplesmente a escolha de ter uma casa com o básico e que permita reduzir gastos e tempo de manutenção, nos leva a escolher casas com espaços muito reduzidos. Mas quem disse que em 40 m2 não se pode viver comodamente? Basta seguir as pautas dos exemplos que trazemos a seguir: quatro espaços que aproveitam cada metro quadrado e cada raio de luz natural para transformar casas que não deixam nada a desejar quando comparadas a grandes mansões.

Móvel e com infinitas opções – 40m2

Consegue imaginar uma casa na qual seu interior encontra-se em contínuo movimento? O escritório de arquitetura PKMN conseguiu essa façanha com a reforma deste apartamento na qual o interior é totalmente diáfano e se organiza através de três módulos de madeira que se deslocam através de guias industriais, adaptando o espaço as necessidades de cada momento.

Ouro puro – 42 m2

Esta reforma está marcada pela inteligência e funcionalidade. Sobre uma tela em branco e duas grandes janelas que iluminam todo o cômodo se distribuem perimetralmente infinitas possibilidades, já que os móveis estão feitos para funcionar de diferentes maneiras. Sofás que são dispensas, armários que se transformam em mesas de escritório e paredes perfuradas para abrigar estantes ou iluminar os espaços. Neste apartamento não há nenhum espaço que não foi projetado.

Um mundo de possibilidades – 34m2

Mente aberta, originalidade e criatividade são palavras perfeitas para descobrir esta reforma. Com uma planta marcada por um perímetro com entradas e saídas permite ter um espaço aberto, conectado e pouco convencional. Um sistema de móveis que parece sair das paredes abriga todas as atividades possíveis para evitar as barreiras, estantes, mesas, bancadas, fogão, pia… Acompanhado de luz, brilho e muita cor.

Diversao e conexao – 20m2

Conceber uma casa de maneira horizontal, nem sempre é a solução. Foi o que aconteceu com esta casa localizada entre paredes, era um espaço estreito e incomodo, mas desfrutava de um pé direito alto. A casa foi projetada em seções, posicionando os diferentes cômodos e níveis, como se fosse um jogo de plataformas, deixando como resultado uma casa conectada e fluída.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Pin It Share 0 0 Flares ×